Descomplicando o Respirador Pulmonar

Descomplicando o Respirador Pulmonar

O que é?

É o ato mecânico de fornecer ar aos pulmões ocorre espontaneamente através da ação da musculatura respiratória que ao contrair, faz surgir um gradiente de pressão entre o meio ambiente e os pulmões promovendo a entrada de ar nos pulmões , na expiração ocorre o relaxamento da musculatura respiratória e inverte-se o gradiente de pressão e o ar sai dos pulmões.


O que ele faz?

É um equipamento utilizado para proporcionar a ventilação pulmonar artificial aos pulmões, promovendo um suporte temporário, completo ou parcial dependendo do quadro em que o paciente se encontra, também podemos utilizar como uma forma de promover o descanso da musculatura respiratória ate que o paciente seja capaz de reassumir a ventilação espontânea (natural).


Como é feito o uso desse equipamento?

A equipe responsável pôs avaliar o quadro do paciente, pode introduzir via nasal, oral ou por tubo de traqueostomia.

Como surgiu essa forma de suporte a vida?

Dados históricos apontam para o século XII, em 1955 Versálio introduziu a ventilação mecânica artificial empregando um fole forçando o gás para o interior da traqueia de um cão com o tórax aberto.
No decorrer dos anos tivemos diversos pesquisadores, estudiosos avançando com os estudos sobre pulmões e ventilações artificiais.
Em 1928 Philip Drinden e Dr. Louis Agassiz Shaw introduzi-o o primeiro pulmão de aço, o equipamento funcionava através de um ventilador rotativo sob impulsão elétrica.
Em 1931 John Emerson, construiu um novo modelo de pulmão de aço incorporando ao projeto original novas tecnologias, com um custo bem menor o novo projeto constituía cilindro hermético onde colocara-se o paciente deixando a cabeça para fora um fole impulsionado por motor elétrico ou mecânico (em casos de falta de energia elétrica), produzia uma pressão subambiente dentro do tanque, resultando num gradiente de pressão trans pulmonar positiva que facilitava o fluxo de gás para dentro dos pulmões.
O desenvolvimento de mais tecnologias sobre o pulmão de aço deu início após uma seria epidemia de poliomielite
Em 1951, o Dr. Kentaro Takaoka, médico anestesiologista cansado de tantas dificuldades encontradas na prática profissional, desenvolveu um aparelho de dimensões reduzidas, capaz de executar a ventilação artificial controlada nos pacientes.
O equipamento é um ventilador portátil, pneumático e pressométrico e funciona especificamente com componentes mecânicos e não eletrônicos, sendo acionado automaticamente pelo próprio fluxo de oxigênio fornecido ao paciente.
Atualmente com a evolução tecnologias os ventiladores mecânicos têm atuado no sentido de promover maior conforto aos pacientes e maior segurança aos médicos quanto a tomada de decisões durante os tratamentos dos pacientes.

Como podemos classificar?

  1. Ventilador para cuidado intensivo – adulto;
  2. Ventilador para cuidado intensivo – pediátrico;
  3. Ventilador para transporte;
  4. Ventiladores portáteis.

Como é composto um ventilador?

Ar comprimido (Compressor, ar medicinal, usinado, cilindro)
Válvula Reguladora de pressão
Misturador (Oxigênio + ar comprimido)
Filtro (Bactéria umidificador, nebulizador
Ventilador
Alarme/ controle
Paciente.

Deixe uma resposta