Indicações de filmes para profissionais da saúde

Este artigo tem como objetivo, indicar alguns filmes para os profissionais de saúde.

Sabemos que todo mundo gosta de assistir um filme, que tal adquirir conhecimento através deles?

Um estudo realizado no Instituto de Ciências Exatas e Biológicas da UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) sobre o uso de filmes na educação, aponta algumas vantagens do conteúdo audiovisual:

“O cinema possibilita o encontro entre pessoas, amplia o mundo de cada um, mostra na tela o que é familiar e o que é desconhecido, e estimula o aprender. Penso que o cinema aguça a percepção e a torna mais ágil.”

Vamos começar? Anote estas dicas.

Radioactive

Movida por uma mente brilhante e uma grande paixão, Marie Curie embarca em uma jornada científica com o marido, Pierre, para explicar elementos radioativos até então desconhecidos. Logo se torna evidente que seu trabalho pode levar salvar milhares de vidas se aplicado na medicina – ou destruir bilhões se for usado na guerra.

Lado a Lado

Uma jovem de doze anos e um garoto de sete, filhos de um casal separado, não aceitam a nova namorada de seu pai, uma bela e renomada fotógrafa de Nova York. O garoto ainda tolera a situação, mas a adolescente não se conforma com a separação e com fato de seu pai e a namorada viverem juntos, pois isso significa que as chances de reconciliação com sua mãe se tornam quase nulas. No entanto, uma notícia inesperada muda completamente a relação entre os familiares.

Um golpe do destino

Cirurgião de sucesso, Jack Mckee é completamente desconectado emocionalmente de sua família e das pessoas que opera. Ao desenvolver um tumor maligno, ele começa a ver a vida da perspectiva de um paciente. Jack conhece uma mulher fatalmente doente, mas extremamente corajosa e percebe a necessidade de mostrar compaixão em sua profissão.

Meu pé esquerdo

Ninguém esperava muito de Christy Brown, o menino de uma família humilde de operários irlandeses, que nasceu com paralisia cerebral. Apesar de tetraplégico, um evento milagroso ocorre quando, aos cinco anos, ele demonstra o controle de seu pé esquerdo e usa giz para rabiscar uma palavra no chão. Com coragem, determinação e a ajuda da mãe, Christy, ele supera as limitações físicas e torna-se pintor, poeta e autor.

Nice: O coração da Loucura

Nos anos 1950, uma psiquiatra contrária aos tratamentos convencionais de esquizofrenia da época é isolada pelos outros médicos. Ela então assume o setor de terapia ocupacional, onde inicia uma nova forma de lidar com os pacientes, pelo amor e a arte.

Após assistir os filmes indicados, deixe o seu comentário. Vamos adorar saber o que achou dos filmes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco via Whatsapp